Pedagógico

A transmissão de conhecimento do projeto se dá através da pedagogia da convivência. Os artistas são educadores; os alunos acompanham os ensaios, recebem treinos educativos, estão presentes nos espetáculos e trazem os seus familiares para a Quinta da Boa Vista. Ao final de cada ciclo pedagógico os alunos se apresentam na sede, motivo de orgulho para os professores, alunos e familiares. Esta é a forma que o projeto encontrou de rodear todos os aspectos da vida do participante e mantê-lo sempre motivado.

Fundamentação

As oficinas livres são desenvolvidas a partir do princípio de que o pensamento é a força criadora e, para se alcançar o êxito, ele deve ser orientado através do desenvolvimento das seguintes potencialidades:

ATENÇÃO:

Poder de fixar os pensamentos num único foco.

OBSERVAÇÃO:

Exame, análise, associação, investigação.

PERCEPÇÃO:

Registro de impressões, proporcionando a compreensão e aprendizado.

CONCENTRAÇÃO:

Emprego inteligente da atenção.

REFLEXÃO:

Capacidade de questionar, responder, comparar e discernir.

MEMÓRIA:

Mecanismo da recordação por associação.

AUTODOMÍNIO:

A dinamização da vontade.

DELIBERAÇÃO:

Capacidade de tomar decisões segura e prontamente.

DETERMINAÇÃO:

 Qualidade de perseverar.

AUTO-SUGESTÃO:

Concentração do pensamento sobre um objetivo.

AÇÃO:

A ação leva à realização.

O Programa Pedagógico se divide em duas vertentes:

As oficinas livres são desenvolvidas a partir do princípio de que o pensamento é a força criadora e, para se alcançar o êxito, ele deve ser orientado através do desenvolvimento das seguintes potencialidades:

1

2

Circo Social: núcleos pedagógicos instalados em comunidades e regiões em situação de vulnerabilidade. Almeja a formação cidadã do participante, ocupando o seu tempo com atividades saudáveis no contra-turno escolar, despertando o interesse pela arte e contribuindo para o desenvolvimento da auto-estima. Em 2021, há núcleos instalados em Vila Paciência, em Santa Cruz – Zona Oeste do Rio, em Campos Elíseos, Cangulu e Jardim Ana Clara, em Duque de Caxias. Ao todo são ofertadas 800 vagas para as oficinas;

Formação Artística: Almeja a profissionalização. Os alunos com maior aptidão de cada núcleo são direcionados ao Núcleo Profissionalizante (NP) na Quinta da Boa Vista, onde passam por programa rígido de formação e treinos. É parte do processo pedagógico do NP a participação em eventos e espetáculos, gerando experiência de palco. Após a conclusão do processo, alguns alunos são contratados pela companhia como primeira forma de profissionalização e outros por diversas companhias no Brasil e no Mundo;

O Programa Pedagógico se divide em duas vertentes:

As oficinas livres são desenvolvidas a partir do princípio de que o pensamento é a força criadora e, para se alcançar o êxito, ele deve ser orientado através do desenvolvimento das seguintes potencialidades:

1

Circo Social: núcleos pedagógicos instalados em comunidades e regiões em situação de vulnerabilidade. Almeja a formação cidadã do participante, ocupando o seu tempo com atividades saudáveis no contra-turno escolar, despertando o interesse pela arte e contribuindo para o desenvolvimento da auto-estima. Em 2021, há núcleos instalados em Vila Paciência, em Santa Cruz – Zona Oeste do Rio, em Campos Elíseos, Cangulu e Jardim Ana Clara, em Duque de Caxias. Ao todo são ofertadas 800 vagas para as oficinas;

2

Formação Artística: Almeja a profissionalização. Os alunos com maior aptidão de cada núcleo são direcionados ao Núcleo Profissionalizante (NP) na Quinta da Boa Vista, onde passam por programa rígido de formação e treinos. É parte do processo pedagógico do NP a participação em eventos e espetáculos, gerando experiência de palco. Após a conclusão do processo, alguns alunos são contratados pela companhia como primeira forma de profissionalização e outros por diversas companhias no Brasil e no Mundo;